Quarta-feira , 26 de Março DE 2008

Condenado Feliz (Desfiar o castigo)

O Rochedo de Sísifo ou o Condenado Feliz

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/3/35/Tiziano_-_Sísifo.jpg/535px-Tiziano_-_Sísifo.jpg

 

Tu jogas comigo,

Como o rato serpenteia nos bigodes do gato.

Tu levas-me às cegas pelo clarão do fogo

E dizes que está escuro… eu acredito.

 

Em labirinto desenhas-me a verdade da recta,

E atiras-me esferas, que pincham quadradas.

No pino do verão vestes-me mais um casaco

E dizes que está frio… eu acredito.

 

Mostraste-me uma mulher cálida e sensual.

Entre beijos e promessas,

Aspergiste-me com o desejo

Da flor do sal… e eu acreditei.

 

Trouxeste-me toda a imensidão do céu;

Tomaste-me até ao delírio da entrega;

Deste-me horas sem tempo, sem término… e eu acreditei!!

 

Feriste-me de paixão e, sem apelo possível,

Ceifaste a pouca vontade própria,

De minha frágil raiz.

Tens-me na mão...

E eu acreditei?!

 

Sim… porque sou:

Servo em senhorio autorizado;

Derrotado em vitória consentida;

Pobre em carência desejada;

Ignorante em saber dominado;

Morto em vida escolhida.

 

Continuo sem saber como me encantaste,

Continuo a não saber porque desvaneceste.

Continuo a acreditar?

Sim… porque sou:

Não… Acredito porque estou condenado a GOSTAR de TI!

 

Andarilhus “(º0º)”

XXVI : III : MMVIII

música: Heroes del Silencio: Mar Adentro
publicado por ANDARILHUS às 08:43
Sexta-feira , 21 de Março DE 2008

Panaceia

 

Minha estrela,

Contigo

Ilumino as minhas noites

E dou a alegria da luz

Aos meus dias.

A ti devo a vontade da luta

Contra as trevas e as águas, negras, paradas.

Voltei a dar valor à cor

E aos odores;

Despertei para a doçura do beijo

E para o arrepio do tacto.

Bem hajas por tudo de bom

Que em mim consegues encontrar…

 

Um beijo.

 

Andarilhus “(º0º)”

XXI : III : MMVIII

 

música: The Mission: Gods Own Medicine
publicado por ANDARILHUS às 15:18
Quarta-feira , 05 de Março DE 2008

Atrás de Palavras

 

http://trajedia.zip.net/images/palavras.jpg

 

Atrás de Palavras


Os verdadeiros versos são

Para chegar
Àquilo que verdadeiramente
Somos.
São relaxantes para

Os pesos do mundo,
São mãos que soltam os baraços
Que teimam em prender os rostos
A máscaras…

JPópulo

XXX : VI : MMVII

 

Andarilhus “(º0º)”

V : III : MMVIII

música: And Also The Trees: The Beautiful Silence
publicado por ANDARILHUS às 08:39
Segunda-feira , 03 de Março DE 2008

Despedida

http://www.casadebbby.blogger.com.br/janela_quadro.jpg

 

Despedida

 

Despertas andorinha, sofrida,

Naquele alvorecer,

Das ganas de abalar.

Sabes que irás…

Mas que nunca será uma partida

Ficas no retiro do querer

Ansioso pelo chegar

Dos odores de novas Primaveras.

 

Vestes a pluma de viagem,

E, como folha dormente,

Soltas-te leve e vacilante

Pelo vento, quase sem graça…

Partes, soprada pela aragem,

Em dança de quem estará ausente.

Abafas o adeus com abraço esvoaçante

Que jamais se desenlaça…

 

J. Pópulo

XXVIII : II : MMVIII

 

Andarilhus “(º0º)”

III : III : MMVIII

música: Heroes del silencio: Flor de Loto
publicado por ANDARILHUS às 17:15

BI

pesquisar

 

Março 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
27
28
29
30
31

posts recentes

últ. comentários

  • Obrigado!Depois, publicarei os dados/relatos das j...
  • Boa Sorte!!! Já me falaram tão bem dos Pirineus qu...
  • E sempre com o privilégio do teu apoio, amigo!Abra...

mais comentados

Tombo

Visitas

Flag Counter

Viagens

Chegar-se à frente

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro